22 de Nov, 2017 |Online

Nosso cérebro durante e depois do álcool

Como o álcool pode afetar o seu cérebro?

Neste webinário, a neurocientista Karina Possa Abrahão vai conversar conosco sobre as novas descobertas científicas acerca dos efeitos do álcool. O entendimento da ação desta droga no organismo pode contribuir na criação de novas terapias para os pacientes dependentes.

Horário e local:

22 de Nov. de 2017 às 19:00hrs

Online

Valor: Gratuito

Sobre o evento:

O álcool é a droga de abuso legalizada mais consumida no mundo. Por ser uma molécula muito pequena, o álcool atinge todos os órgãos do nosso corpo. No entanto, são os efeitos do álcool no cérebro que podem alterar seu comportamento, causar neuroadaptações e, com o uso repetido, induzir a dependência da droga. Neste webinário, a neurocientista Karina Possa Abrahão vai conversar um pouco com a Rede de Pesquisadores sobre essa droga de abuso tão conhecida e como o seu cérebro é afetado por ela. Os atuais avanços científicos estão permitindo que seja possível entender os efeitos muito específicos do álcool. A compreensão desses efeitos poderão contribuir com o desenvolvimento de terapias para os pacientes dependentes dessa droga.

Convidada:

  • Karina Possa Abrahão

PhD, Neurocientista postdoc no NIH, CEO do EurekaBrasil @NIH - EurekaBrasil.

Biomédica, formada pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Mestre e doutora em Ciências pelo Departamento de Psicobiologia da UNIFESP. Fiz meu primeiro pós-doutoramento na Universidade de São Paulo e atualmente trabalho no National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism, National Institutes of Health. Meu principal interesse é entender como as drogas de abuso afetam o cérebro.


 

Evento com certificado de participação! Para os que se inscreverem e participarem de pelo menos 60% do webinário através da ferramenta Zoom, disponibilizaremos um certificado de participação que será enviado para o email utilizado no cadastro.

Compartilhe este evento

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

© 2017 por Rede de Pesquisadores