24 de Abr, 2018 |Online

O que a proteômica pode nos dizer sobre a esquizofrenia?

Horário e local:

24 de Abril de 2018, às 19:00hrs

Online

Valor: Gratuito

Sobre o evento:

 

A esquizofrenia é um distúrbio mental debilitante incurável que afeta aproximadamente 1% da população mundial. É uma doença multifatorial que envolve fatores exógenos e endógenos desde o neurodesenvolvimento. Parte dos aspectos moleculares da esquizofrenia ainda está por ser descoberta e os aspectos que se conhece precisam ser mais bem conectados para compreensão integrada de sua fisiopatologia. Ainda, biomarcadores para a predição de um tratamento bem sucedido são inexistentes apesar de necessários, visto a ineficácia do tratamento para uma parcela considerável dos pacientes. A proteômica é, por definição, uma ferramenta adequada para estudos de doenças multifatoriais como a esquizofrenia, visto sua capacidade de investigar aspectos biológicos de maneira integrada bem como revelar potenciais biomarcadores. Será mostrado aqui como a integração da proteômica nos estudos da esquizofrenia pode aumentar a compreensão das bases moleculares desta desordem mental e como temos tentado ajudar no desenvolvimento de uma estratégia de medicina personalizada com potencial de implementação clínica.

Convidado:

  • Daniel Martins de Souza

Doutor em Bioquímica e Professor da UNICAMP

Daniel é Biólogo com doutorado em Bioquímica pela UNICAMP, onde é hoje Professor. Tem pesquisa financiada pela FAPESP, Instituto Serrapilheira e CNPq. Entre 2012-14, foi Investigador Principal na Ludwig Maximilians Universität (LMU) (Munique, Alemanha). Entre 2008-12, foi pós-doc no Instituto Max Planck de Psiquiatria (Alemanha) e na Universidade de Cambridge (Inglaterra).

Compartilhe este evento

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

© 2017 por Rede de Pesquisadores