17 de Setembro, 2018 | Online

Os caminhos dos microscópios de baixo custo até os ambientes de aprendizagem

Horário e local:

17 de Setembro de 2018, às 17:00hrs

Online

Valor: Gratuito

Sobre o evento:

 

Filipe Oliveira, biólogo, pesquisador, e empreendedor, vai falar sobre as referências que inspiraram a ideação das oficinas de fabricação e montagem de microscópios de baixo custo que realiza em diversos ambientes de aprendizagem públicos e privados. Ele vai apresentar também os caminhos dos materiais no espaço geográfico da cidade do Rio de Janeiro, necessários para tornar tais oficinas sustentáveis, escaláveis, e antenadas com as necessidades da contemporaneidade. Finalmente, vai apresentar outras iniciativas brasileiras que dialogaram ou dialogam com a fabricação de microscópios de baixo custo, buscando o uso social, educacional e artístico para essa ferramenta emblemática do fazer científico. "Os microscópios continuam em desenvolvimento e são centrais na identificação e cura de doenças, detecção de contaminantes nas águas, novas espécies e tipos celulares, fomentando do interesse por carreiras científicas e tecnológicas, e inspirando um agerações de artistas, comunicadores, e designers. No entanto, a maioria das escolas e casas não tem um microscópio, menos ainda, constroem os seus próprios equipamentos para investigar a biodiversidade e desafios no entorno da escola. Estamos desafiando essa relação estática com o microscópio, propondo uma escola pesquisadora, produtora de suas próprias ferramentas e contribuidora para o conhecimento científico e tecnológico de forma original. Vejo que as feiras de ciências já sinalizam essa transformação, cujas abordagem devem beneficiar os desafios sociais, partindo do Brasil para o Mundo".

O evento acontecerá no FRONT e será transmitido ao vivo pela Rede de Pesquisadores.

Convidado:

  • Filipe Oliveira da Silva

 

Fundador do Conector Ciência

Biólogo pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Mestre em Biologia Evolutiva pela Uppsala Universitet (Suécia), com projetos de tese na Ludwig-Maximilians-Universität München (Alemanha) e Harvard University (EUA). Trabalhou como pesquisador Nível II no Biotechnology Institute da Helsinki Yliopisto (Finlândia). Fundou a microempresa social Conector Ciência para democratizar a ciência.

Compartilhe este evento

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

© 2017 por Rede de Pesquisadores